jump to navigation

Reflexão: ENADE 25/01/2010

Posted by Goettenauer in Carreira, Cotidiano, Diversos.
Tags: ,
1 comment so far

No ano (2008) que conclui o curso de Bacharelado em Sistemas de Informação, fui selecionado para ser avaliado pelo Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade), que integra o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes), tem o objetivo de aferir o rendimento dos alunos dos cursos de graduação em relação aos conteúdos programáticos, suas habilidades e competências.

Como fase para a colação de grau e recebimento do esperado diploma, fiz a prova com questões de múltipla escolha e discursiva, dividida em 3 áreas:

  • Questões de conhecimento geral
  • Questões de conhecimento específico, núcleo comum Computação
  • Questões de conhecimento específico, Sistemas de Informação

Enfim foi divulgado o resultado do Exame e para minha surpresa fiquei com a maior nota da Instituição(ULBRA) e do meu estado (Amazonas), além de estar acima da média regional(Norte) e nacional no curso que fui avaliado.

Minha nota foi 51,7

Média no estado do Amazonas 29,9
Média Região Norte 33,4
Média Nacional 34,5|

Dados: SINAES / INEP / MEC

Prova do Enade 2008 – Computação

Curso
Prova
Gabarito
Padrão de Respostas
Computação

(1.529 KB)

(12 KB)

(379 KB)

http://www.inep.gov.br/superior/enade/2008/resultados.htm

Informações:
http://enade.inep.gov.br/

Anúncios

Plano de Vôo X Carreira 15/10/2009

Posted by Goettenauer in Carreira, Cotidiano, Diversos.
Tags: ,
1 comment so far

Encarar a carreira como Plano de Vôo é um exercício que sempre faço para tentar entender o rumo que estou tomando para chegar  aos meus objetivos. Porque comparar plano de vôo a minha carreira profissional? Ambas possuem itens passiveis de comparação principalmente o objetivo planejado:

Plano de Vôo: Aeroporto de Destino

Carreira: Onde quero chegar

Como um plano de vôo temos em nossa vida profissional momentos que temos que fazer escalas planejadas com objetivos específicos, nem sempre as escalas cumprem seu objetivo, porém são programadas e necessárias para se alcançar o objetivo. Imprevistos são piores, estes nos obrigam a realizar  pousos forçados em aeroportos alternativos e  desconhecidos, esses imprevistos devem ser rapidamente avaliados e solucionados:

  • Chuva: Talvez uma chuva não seja motivo para desvio de rota, cabe ao piloto avaliar os riscos.
  • Tempestade:   Mal tempo no mercado, e o dever de ficar atento ao primeiro brilho de sol.
  • Pane no aparelho: Melhor manter a integridade física, de forma a estar recuperado para decolar em um momento próximo.
  • Falta de combustível: O que nos move em busca de nossos objetivos é a motivação, para isso muitas vezes uma parada imprevista é necessária para fazer o reabastecimento.
Controle Total: Quem comanda é você.

Controle Total: Quem comanda é você.

A colisão em vôo é outro objetivo do Plano de Vôo, e como evitar isso ? sempre consultar aeronaves que utilizam o mesmo espaço aereo, nem sempre temos acesso aos planos de vôo dessas pessoas, porém, podemos evitar colisões com a utilização de sinalizadores e radar, no mercado coorporativo é possível visualizar quem tem capacidade e objetivos dentro de um setor ou empresa, o interessante é saber que automia de vôo temos e que aeronave pilotamos, achar que estamos em um jato e na verdade pilotamos um mono-motor é o tipo de coisa que poderia provocar uma enorme desvantagem, então seja realista.

Definição de Plano de Vôo (wikipedia)

Plano de Vôo é um documento técnico e oficial que toda aeronave tem de ter para poder realizar sua trajetória de vôo.

Envolve basicamente dois pontos principais de segurança: o cálculo do consumo de combustível e a concordância do plano com o controle de tráfego aéreo, para minimizar as possibilidades de colisão em pleno vôo.